Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
Saiba de onde vêm as águas termais que fazem a alegria dos turistas em Goiás

O Parque Estadual da Serra de Caldas, que fica entre as cidades goianas de Caldas Novas e Rio Quente e foi criado em 1970, abriga o maior manancial de água quente do mundo. Cerrado tem o maior manancial de água quente do mundo, a Serra de Caldas O Parque Estadual de Caldas Novas, em Goiás, atrai turistas em busca de aventura e de suas águas termais. Mas você sabe de onde elas vêm? O Cerrado é um complexo sistema de captação da água da chuva - é como se fosse uma floresta ao contrário. Árvores pequenas, mas com raízes profundas, maiores que as copas, e solo formado por rochas calcárias. É neste bioma que está o maior manancial de água quente do mundo. Aos poucos, argila e areia se transformaram em um conjunto de rochas com mais de mil metros de altitude. Elas formam a Serra de Caldas. E são essas pedras gigantes, com rachaduras, que levam a água da chuva até o interior da terra, onde ela é aquecida e volta para a superfície a uma temperatura que pode chegar a 60 graus. “Toda chuva que cai aqui no parque é responsável pela recarga do aquífero termal. Essa água desce em grandes profundidades, onde ela vai ter esse processo de pressão, outros processos que ela esquenta muito e aí ela passa a subir e a aflorar nas nascentes ao redor”, explica Maurício Tambelini, chefe do parque. O Parque Estadual da Serra de Caldas fica entre as cidades goianas de Caldas Novas e Rio Quente, e foi criado em 1970. No local, existem 18 minas de água quente e destas minas também surge um pequeno rio de água quente e transparente, de apenas 12 quilômetros, com muita verde ao redor e peixes de todos os tamanhos. “Ele é mineral, porque ele tem bicarbonato de cálcio e magnésio. São propriedades que aconteceram no processo de formação dessa água quente”, explica Neide Tavares, gerente de meio ambiente do parque. O repórter Fábio Castro em uma das fontes de águas termais Globo Repórter Rio de águas quentes e transparentes também é cercado de muita natureza Globo Repórter O vapor quente que sai das águas do rio Globo Repórter
Sat, 27 Feb 2021 03:22:35 -0000
Cerrado, o Berço das Águas do Brasil: conheça mais sobre a região com o Globo Repórter

Rios, nascentes, trilhas, parques naturais, fauna e flora típicos do Cerrado: assista ao programa e encante-se com as belezas de um dos biomas mais antigos do mundo. Rios, nascentes, trilhas, parques naturais, fauna e flora típicos do Cerrado. O Globo Repórter dessa sexta-feira, dia 26 de fevereiro, mostrou as impressionantes águas de um dos biomas mais antigos do mundo. Em uma coprodução com a TV Anhanguera, afiliada da Globo em Goiás e no Tocantins, o repórter Fábio Castro percorreu florestas e cachoeiras para revelar a beleza da região conhecida como o coração do Brasil. No Parque Nacional das Emas, diversas espécies, como onças, antas, veados, tamanduás e muitas aves, convivem em uma área preservada. O parque também abriga milhares de cupinzeiros, de todas as formas e tamanhos. Além de alimentar muitas espécies e de levar a água da chuva para os reservatórios que existem embaixo da terra, eles também proporcionam o espetáculo da bioluminescência, uma luz linda, mas perigosa para os insetos que a conferem de perto. O programa mostra ainda as águas puríssimas do Rio Formoso e imponentes cachoeiras como a São Domingos, no município de Piranhas, com 96 metros de queda d’água, altura de um prédio de 32 andares; a Santa Helena, em Caiapônia, se destaca pelo paredão de água; e a do Jalapa, formada por paredões e um poço, perfeito para mergulho. No Parque Nacional da Serra de Caldas, a busca foi pelas fontes de onde brotam águas quentes que se derramam e formam o maior rio de água quente do mundo. Com apenas 12 quilômetros de extensão, o rio tem uma variedade enorme de peixes, mesmo em temperaturas próximas dos 40 graus. E nossa equipe mostra ainda o lindo trabalho de proteção ambiental promovido por uma pequena ativista: Ayumi, de apenas 8 anos, moradora de Mineiros, em Goiás. O Berço das Águas do Cerrado Globo Repórter
Sat, 27 Feb 2021 03:19:25 -0000
Aos 74 anos, caçador de cachoeiras não pensa em aposentadoria: 'Enquanto estiver aguentando o batente'
Seu Orlando é guia turístico na região de Caiapônia, a 320 quilômetros de Goiânia, e não pensa em parar de encontrar mais cachoeiras para se encantar. EXCLUSIVO WEB: Aos 74 anos, caçador de cachoeiras não pensa em aposentaria Seu Orlando, de 74 anos, foi um dos personagens marcantes que o Globo Repórter encontrou no Cerrado brasileiro. Guia turístico, ele se especializou em ser um caçador de cachoeiras na região de Caiapônia, a 320 quilômetros de Goiânia. E garante: não pensa em aposentadoria. "Quando o pessoal descobriu que eu gostava da natureza, gostava de fotografar, sempre aparecia alguém me dando uma dica. Vou continuar. Enquanto eu estiver aguentando o batente, eu vou pesquisando e vendo", conta. Confira!
Sat, 27 Feb 2021 03:08:41 -0000
Matéria-prima para a produção de 12,2 milhões de doses da vacina de Oxford chega ao Rio neste sábado

O avião, que saiu da China na quinta-feira (25), transporta lotes do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA). O insumo será usado pela Fiocruz para produzir o imunizante (Oxford/AstraZeneca) em solo brasileiro. As doses devem ser entregues ao Ministério da Saúde durante o mês de março. Dose da vacina contra a Covid-19 da Oxford-AstraZeneca Ricardo Wolffenbuttel / Secom O Rio de Janeiro receberá nesse sábado lotes da matéria-prima para a produção de 12,2 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca contra a Covid-19. Vacinação contra a Covid: como saber se a dose foi aplicada? Posso filmar? Veja passo a passo O avião, que saiu da China na noite de quinta-feira (25) e tem previsão de chegar no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, no início deste sábado, transporta o Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), que será usado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para produzir o imunizante em solo brasileiro. A chegada da matéria-prima na Fiocruz, em Manguinhos, deve acontecer depois das 19h. Esse horário está condicionado ao tempo necessário para liberação da carga no aeroporto, podendo ter atraso. As doses devem ser entregues ao Ministério da Saúde durante o mês de março. Essa remessa de IFA que chega ao Brasil neste sábado representa o segundo e terceiro lotes do insumo comprado no país asiático. Primeiro lote já está sendo envasado No dia 12 de fevereiro, a Fiocruz deu início ao envase do primeiro lote de IFA da vacina Covid-19, que chegou ao Brasil no dia 6 de fevereiro. São 90 litros de IFA, suficientes para a produção de 2,8 milhões de doses. Resumo do cronograma: 12 de fevereiro: Início do envase do primeiro lote com insumo para fabricação pela Fiocruz; 27 de fevereiro: Previsão de chegada do segundo e terceiro lotes com insumo para fabricação pela Fiocruz; De 15 a 19 de março: Previsão de entrega do primeiro 1 milhão de vacinas produzidas no Brasil à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que precisa dar o aval para utilização do produto. O processamento das doses no Brasil inclui as seguintes etapas: Formulação: o IFA passa por um processo de diluição e é acrescida uma solução para garantir a manutenção das propriedades da vacina e possibilitar a sua armazenagem de 2 a 8ºC; Envase: processo no qual o líquido é inserido, de forma automatizada, em pequenos frascos de vidro (os mesmos que serão utilizados nos postos de saúde); Lacre: já com o imunizante, os frascos são fechados com uma rolha de borracha e seguem para a recravação, onde recebem um lacre de alumínio; Controle de Qualidade: as vacinas seguem para o Controle de Qualidade interno de Bio-Manguinhos, onde uma análise minuciosa irá garantir a sua integridade e segurança. Segundo a Fiocruz, a produção será escalonada ao longo dos primeiros meses para manter a meta de entregar 100,4 milhões de doses até julho deste ano ao governo federal, conforme prevê o "Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19", divulgado no dia 16 de dezembro. Fiocruz deve receber lotes de insumos da vacina no sábado A partir do segundo semestre deste ano não será mais necessária a importação do IFA, que passará a ser produzido em Bio-Manguinhos, após a conclusão da transferência de tecnologia. De agosto a dezembro serão mais 110 milhões de doses de vacinas produzidas inteiramente na instituição. VÍDEOS: Os mais vistos do Rio nos últimos 7 dias:
Sat, 27 Feb 2021 03:01:11 -0000
Mega-Sena pode pagar R$ 50 milhões neste sábado

Apostas podem ser feitas até as 19h em lotéricas ou pela internet. Valor da aposta mínima é de R$ 4,50. Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até as 19h Marcelo Brandt/G1 O concurso 2.348 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 50 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h deste sábado (27) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet - saiba como fazer. Para apostar na Mega-Sena As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito. Probabilidades A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa. Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa. VÍDEOS: os vídeos mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias
Sat, 27 Feb 2021 03:01:11 -0000
Polícia Civil solucionou 77% dos homicídios ocorridos em 2020 em Santana, no Amapá

Cerca de 90% dos crimes aconteceram em função de conflitos entre organizações criminosas. Maioria dos homicídios ocorridos em 2020 em Santana (AP) foi elucidada pela Polícia Civil A Polícia Civil solucionou 27 dos 35 homicídios registrados no ano de 2020 em Santana, segundo maior município do Amapá, que integra a Região Metropolitana de Macapá. Ou seja, as investigações identificaram os autores de 77% dos crimes violentos. Além desses registros, 12 pessoas morreram durante intervenções policiais no município no ano passado. Ao todo, 47 óbitos foram contabilizados em Santana. Desse total, 8 ainda estão em investigação. Jovem de 18 anos foi morto em frente a um bar de Santana em 19 de janeiro de 2020 Reprodução O balanço feito pela 1ª Delegacia de Polícia de Santana (1ª DPS), responsável pelas investigações dos crimes contra a pessoa no município, descreve que 90% dos homicídios são oriundos de conflitos entre organizações criminosas. As mortes por arma de fogo foram as mais recorrentes. "Essa é uma realidade que vem mudando a cada ano. Se você for verificar há pouco tempo, coisa de 3 anos, os homicídios que ocorriam eram mais por utilização de arma branca, mas hoje essas facções criminosas já estão fortemente armadas, inclusive com metralhadoras e fuzis", relatou o delegado Victor Crispim, da 1ª DPS. Delegado Victor Crispim, da 1ª Delegacia de Polícia de Santana Victor Vidigal/G1 As situações mais comuns em que as mortes acontecem, segundo a polícia, são de grupos tentando expandir o território de atuação para venda de drogas ou simplesmente rivalidade entre facções. As investigações mapearam que os integrantes dessas organizações são muito jovens, que pertencem a uma faixa etária que varia de 15 a 25 anos. A polícia informou ainda que alguns crimes envolvendo grupos criminosos recebem comando de líderes que estão presos no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen). Cadeião do Iapen, na Zona Oeste de Macapá Carlos Alberto Jr/arquivo G1 O delegado explicou como são feitos os procedimentos para solucionar os crimes com base em provas colhidas durante perícia e investigação. “Quando somos informados da ocorrência de um homicídio, seguimos o seguinte protocolo: a equipe de plantão se desloca ao local do fato e já procura identificar testemunhas e outras provas que possam ajudar na elucidação do crime. Posteriormente, é feito um relatório com as informações obtidas e entregue no dia seguinte à equipe de investigação", disse. Crispim afirmou também que, apesar das ações para conter criminalidade em regiões com maior índice de violência, alguns bairros continuam sendo locais recorrentes. "A baixada do Ambrósio continua sendo uma das áreas mais preocupantes, inclusive na semana passada ocorreu um outro homicídio e lá dentro da baixada existe a presença de várias facções criminosas", contou. Até esta sexta-feira (26) o município de Santana registrou 7 homicídios nos dois primeiros meses de 2021. Todos esses casos foram solucionados, conforme a 1ª DPS. Vista aérea da baixada do Ambrósio, em Santana Bope/Divulgação *Com informações da Rede Amazônica Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá ASSISTA abaixo o que foi destaque no AP:
Sat, 27 Feb 2021 02:58:40 -0000
Prefeitura de Boa Vista limita horário de comércios até mesmo para supermercados, delivery e drive thru

Esta é a primeira vez que município limita horário de supermercados. Medida ocorre após prefeito pedir apoio da PM para conter aglomerações. Prefeito Arthur Henrique (MDB) Prefeitura de Boa Vista/Secom A prefeitura de Boa Vista vai limitar o funcionamento do comércio das 8h às 20h em decreto anunciado na noite desta sexta-feira (26). Desta vez, a medida se estende a supermercados, serviços de delivery e drive thru também. O decreto passa a valer a partir do dia 1° até 10 de março. O anúncio foi feito durante transmissão realizada nas redes sociais da prefeitura. A medida ocorre após o prefeito Arthur Henrique (MDB) pedir apoio do governo com uso da polícia militar para conter aglomerações. De acordo com o prefeito, foi levada em consideração a alta taxa de ocupação em leitos nos hospitais, aglomerações e descuido em relação aos protocolos de cuidados por parte da população principalmente no período da noite. "É justamente no período da noite que os protocolos estão sendo descumpridos. Durante o dia enquanto as pessoas estão no trabalho, nós vemos pessoas usando álcool em gel, utilizando máscara e garantindo o protocolo mínimo de segurança, mas durante as aglomerações da noite não", frisou Arthur Henrique. A prefeitura já havia decretado medidas, como o funcionamento dos estabelecimentos com no máximo 30% (trinta por cento) da sua capacidade total de pessoas. O novo decreto também prorroga as medidas anteriores. Entre os serviços atingidos pela norma estão: Hipermercados, atacarejos, supermercados, postos de combustíveis, lojas de conveniência, mercearias, padarias, lanchonetes, restaurantes, bares e similares, celebrações religiosas, cultos, missas, academias e estabelecimentos de atividades esportivas fica permitido funcionamento entre 8h às 20h; Clínicas e consultórios que prestam serviços não essenciais e demais ramos de prestação de serviços em geral,ficará permitido seu funcionamento entre 9h às 20h; shopping centers ficará permitido o funcionamento entre 10h às 20h; Durante os finais de semana do dia 6 e 7 de março não será permitido o funcionamento de qualquer atividade, sejam elas de comércio, serviços ou lazer, exceto os serviços de assistência à saúde, farmácias e drogarias. hospitalares, postos de saúde, laboratórios, drogarias, farmácias e postos de combustível para abastecimento de veículos. Ficam foram das restrições serviços de assistência à saúde como farmácias e drogarias.
Sat, 27 Feb 2021 02:31:23 -0000
Rondônia está com todos os leitos de UTI para Covid ocupados
A lista de pacientes graves que necessitam de unidade de terapia intensiva só aumenta no estado. Nesta sexta (26), 56 pessoas estão na fila por uma vaga em UTI. No Norte do país, Rondônia está com todos os leitos de UTI para Covid ocupados. O estado está com restrição de circulação e funcionamento de comércio à noite e de madrugada. São três semanas seguidas com todos os 318 leitos de UTI da rede pública exclusivos para Covid 19 ocupados. A particular também está no limite - 94 pacientes já foram transferidos para outros estados, 61 de UTI. Mas essa alternativa tem ficado difícil, porque as capitais como Cuiabá e Campo Grande, que estavam recebendo, também enfrentam problemas de lotação. “Nós continuamos atendendo pacientes do Amazonas, muitos, pacientes intubados, pacientes moderados que evoluem para intubação, que vão para a UTI e o meu recado é para você que aglomera, que está fazendo festinha, que não está usando máscara, que faz reuniãozinha e bebedeira, esse recado é para você. Nós não temos leito de UTI para a sua mãe, não tem leito de UTI para o seu pai, para a sua tia, para o seu filho, para sua namorada. Quantas vezes a gente tem falado e eu vejo que tem gente que não tem obedecido. Mas eu preciso falar de novo, preciso contar com você. Repito: não tem vaga de UTI para você, que é rico, que é pobre, homem, mulher, novo, velho, não tem vaga de UTI. E estamos com dificuldade de aumentar e até de manter os leitos”, disse Fernando Máximo, Secretário de Saúde de Rondônia. A lista de pacientes graves que necessitam de unidade de terapia intensiva só aumenta em Rondônia. Nesta sexta-feira (26), 56 pessoas estão na fila por uma vaga em UTI. A Fiocruz de Rondônia identificou seis variantes do vírus no estado. A pesquisadora diz que elas podem ser as responsáveis pelo agravamento dos casos porque seriam mais contagiosas. “Nós precisamos continuar a vigilância genômica para correlacionar a presença dessas variantes com a evolução dos casos graves e moderados da doença, assim como avaliar a presença dessas mutações em relação aos casos de reinfecção”, disse Deusilene Vieira, pesquisadora da Fiocruz Rondônia.
Sat, 27 Feb 2021 02:22:05 -0000
Cadastro para auxílio a profissionais da cultura e de eventos do Ceará começa na segunda-feira

Também foi incluída a isenção de taxas para a realização de eventos nos equipamentos públicos estaduais. A medida terá duração de seis meses. Sem poder operar, setor de eventos pedia pacote de benefícios ao Governo do Ceará. Marcelo Brandt/G1 Profissionais do setor de eventos podem se cadastrar a partir de segunda-feira (1º) para receber o auxílio financeiro de R$ 1 mil. A medida pretende amenizar as perdas econômicas para o setor ante a pandemia de Covid-19. O cadastro é feito por meio do site da Secretaria da Cultura do estado. As inscrições vão até 10 de março e o pagamento da primeira parcela ocorre a partir de 11 de abril. O benefício será pago em duas parcelas de R$ 500 e vai alcançar cerca de 10 mil profissionais como humoristas, músicos e técnicos de imagem e de som. O total de recursos chega a R$ a 10 milhões. “Sabemos que o setor de eventos é extremamente importante. Ele movimenta R$ 900 bilhões no Brasil, que corresponde cerca de 14% do PIB. Especialmente no Ceará tem sido um setor bem ‘machucado’ por estar meses parado. Estamos conversando há muito tempo com o setor e propondo alternativas", afirmou o secretário da Cultura do Ceará, Fabiano Piúba. Confira o calendário de pagamento do benefício 1º a 10 de março: Inscrições aos interessados em receber o benefício 11 de março a 5 de abril: Validação do benefício 7 de abril: Resultado dos nomes aprovados para receber o benefício 11 de abril a 30 de abril: Pagamento da 1ª parcela 3 de maio a 15 de maio: Pagamento da 2ª parcela Apoio financeiro O governador Camilo Santana sancionou nesta quarta-feira (24) as leis que instituem as medidas de apoio aos profissionais do setor de eventos do Ceará durante a pandemia de Covid-19. As medidas tinham sido anunciadas no dia 16 de fevereiro após aprovação pela Assembleia Legislativa. Foi incluída a isenção de taxas para a realização de eventos nos equipamentos públicos estaduais. A medida terá duração de seis meses. Outro benefício concedido pelo Governo do Ceará é a liberação do pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) em 2021 a microempreendedores e empresas de pequeno porte, limitado a um veículo que seja utilizado para exercer a atividade da empresa. “Estamos há quase um ano com a pandemia e vários setores produtivos foram afetados, mas hoje já temos mais de 90% da economia do Ceará funcionando. Contudo, o setor de eventos foi e ainda está bastante afetado. Realizamos essas ações com muito diálogo e entendendo as necessidades do setor. Agradeço à Assembleia pela urgência na aprovação das medidas, que serão fundamentais para ajudar milhares de cearenses nesse momento difícil de pandemia”, disse o governador. Confira as medidas de apoio para o setor de eventos: Auxílio financeiro do Governo do Ceará para os profissionais do Setor de Eventos no valor de R$ 1.000, divididos em duas parcelas de R$ 500, mediante cadastro e critérios da Secretaria da Cultura (Secult). Lançamento de um edital no valor de R$ 4 milhões para eventos corporativos virtuais, voltadas para a produção de feiras, seminários, congressos, simpósios, exposições e congêneres. Isenção do IPVA 2021 para veículos registrados em nome de empresas de eventos, e para até um carro que esteja no nome de profissionais autônomos ou microempreendedores individuais (MEI) formalizados, que atuem comprovadamente no ramo de eventos. Parcelamento das dívidas de ICMS com o Estado do Ceará em até 60 meses (5 anos), com o objetivo de regularizar a situação fiscal de empresas do setor de eventos. Quando liberados os eventos presenciais, os equipamentos públicos do Estado isentarão o pagamento de qualquer taxa ou aluguel por seis meses para os eventos ali sediados. Assista às notícias do Ceará no G1 em 1 Minuto: Ouça 'O Assunto':
Sat, 27 Feb 2021 02:18:21 -0000
Presidente do sindicato anuncia fim da paralisação de 'tanqueiros' em Minas Gerais; veja o vídeo

Informação foi divulgada em vídeo que circula pelas redes sociais e confirmada pela assessoria de imprensa do Sindtanque. Fila em posto de combustíveis no bairro Ouro Preto, Região da Pampulha, em BH. Flávia Cristini/TV Globo Está suspensa a paralisação dos “tanqueiros”, em Minas Gerais. A informação foi confirmada no fim da noite desta sexta-feira (26) pela assessoria de imprensa do Sindtanque, que representa a categoria. Com a decisão, os postos voltam a receber combustíveis a partir deste sábado (27). Em vídeo que circula pelas redes sociais (veja a íntegra abaixo), o presidente do sindicato Irani Gomes, afirmou que os “tanqueiros” suspenderam a greve depois de uma reunião entre o Sindtanque, o secretário de governo, Igor Eto, e o secretário de planejamento, Otto Levy, do governo do estado. Segundo Gomes, a categoria apresentou a pauta de reivindicações ao executivo estadual. O documento contempla, principalmente, reclamações sobre o aumento do valor do óleo diesel. Ainda de acordo com o presidente do sindicato, o preço equivale a 60% do valor do frete, em Minas Gerais. O vídeo ainda explica que o executivo estadual se comprometeu a iniciar negociações com a categoria na próxima semana, mas nenhuma data foi definida. O G1 entrou em contato com o governo do estado e aguarda retorno. Negociações O governador de Minas Gerais Romeu Zema (Novo) se pronunciou, na noite desta sexta-feira (26), a respeito da greve dos "tanqueiros" no estado, após postos da Grande BH registrarem filas e falta de combustíveis. Nas redes sociais, ele disse que vai criar um grupo de trabalho na próxima semana para buscar “uma solução dialogada e efetiva para as questões levantadas”. No final da tarde, o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Minas Gerais (Minaspetro), entidade que representa os cerca de 4,5 mil postos de combustíveis do estado, confirmou que muitos já estavam sem combustível. Segundo o sindicato, cerca de dois mil caminhoneiros que fazem o transporte paralisaram as atividades no estado. Na quinta-feira (25), houve protesto na Região Metropolitana. Os transportadores reivindicam do governo do estado a redução do ICMS de 15% para 12%. Governo disse que aumento de preços é reflexo de política da Petrobras. O último reajuste autorizado pela estatal foi em 18 de fevereiro, o quarto do ano, quando a alta do litro da gasolina já chegava a 34,78% desde janeiro. Presidente do Sindtanque comunica fim da paralisação dos ‘tanqueiros’ Os vídeos mais vistos do G1 Minas nos últimos dias:
Sat, 27 Feb 2021 02:07:19 -0000

This page was created in: 0.03 seconds

Copyright 2021 Oscar WiFi

This website or its third-party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer our Cookie Policy More info