Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
Polícia Civil apreende crack e cocaína e drogas sintéticas durante operação no AP

Novas apreensões aconteceram nesta quinta-feira (9), feitas pela Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE). Três tipos de drogas foram apreendidas em Macapá pela DTE Sidney Leite/Divulgação/Polícia Civil Após realizar duas apreensões na manhã desta quinta-feira (9), em Macapá, a Polícia Civil aprendeu 1,5 quilo de crack em Santana; e também porções de drogas sintéticas na capital. Dois homens que estavam com o material foram presos. Na ação realizada na capital, a polícia chegou ao homem após receber denúncias de que ele estava vendendo os entorpecentes no Centro. Segundo o titular da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), delegado Sidney Leite, o preso, que já tinha sido detido por roubo e porte ilegal de arma de fogo, foi flagrado com porções de crack, cocaína e ecstasy. Ele vendia para um público mais jovem, todos de classe média. Crack encontrado em Santana pela DTE Sidney Leite/Divulgação/Polícia Civil Já o 1,5 quilo de crack estava em uma casa em região periférica do bairro Ambrósio. Um homem que estava no local foi preso. O delegado explicou que a droga aprendida em Santana é considerada "mais forte" e, portanto, é comercializado mais caro. Ele informou que a Polícia Civil segue com investigações para conseguir apreender mais drogas ainda nesta quinta-feira. "Por meio de investigação, nós encontramos esse indivíduo que era bem conhecido no mundo do tráfico em Santana e as investigações continuam. A droga chegou na cidade há pouco tempo e é um crack muito forte”, explicou o delegado. Sidney Leite, delegado da DTE Rede Amazônica/Reprodução Solto no AP durante a pandemia de Covid-19 A polícia apreendeu 3 quilos de crack no bairro Cidade Nova, Zona Leste de Macapá, pela manhã. A droga, segundo a investigação, pertencia a um detento do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) que foi colocado em liberdade devido à pandemia do novo coronavírus, onde presos tiveram penas e regimes reavaliados. O suspeito de tráfico conseguiu fugir no momento em que os agentes chegavam no local. Ainda segundo a polícia, o procurado é irmão de um homem preso na quarta-feira (8) com drogas dentro de um apartamento do residencial São José, no bairro Buritizal, Zona Sul da capital. Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá.
Fri, 10 Apr 2020 02:32:41 -0000
Rito do lava-pés vira homenagem a quem trabalha durante pandemia em igreja de São José

Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, na região sul, preparou programação sem a presença dos fiéis na Semana Santa; missas são transmitidas pelas redes sociais. Motoboys foram homenageados em rito do lava-pés em São José dos Campos Reprodução/ Facebook O tradicional rito católico do lava-pés foi realizado de forma diferente nesta quinta-feira (9) na igreja Nossa Senhora de Lourdes, na região sul de São José dos Campos. Não houve a presença dos fiéis, nem a lavagem dos pés. Devido às orientações para que as pessoas fiquem em casa neste momento de pandemia, o pároco responsável pela igreja optou por homenagear os profissionais que precisam trabalhar durante a quarentena. Simbolizados em bancos, os homenageados receberam a bênção um por um. MAPA DO CORONAVÍRUS: as cidades com infectados e o avanço dos casos Saiba tudo sobre o novo Coronavírus Veja as principais notícias sobre o coronavírus na região “É uma Semana Santa diferente. Começamos com a procissão do Domingo de Ramos com as pessoas em suas casas. Nós passamos de carro e com a bênção para toda comunidade. No lava-pés a ideia foi homenagear os profissionais da saúde, as autoridades, os bombeiros, os motoboys, os caminhoneiros, enfim, todos os profissionais que precisam trabalhar neste momento de pandemia. Foi como se estivéssemos lavando os pés deles”, explica o padre Everaldo Germano. Rito do lava-pés, mas sem pés. Missa foi transmitida pelo Facebook para os fiéis Reprodução/ Facebook Na região sul de São José a programação envolve a paróquia Nossa Senhora de Lourdes, no bairro Parque Industrial, além de outras cinco capelas: as igrejas São Lucas, São Luiz Gonzaga, Santa Terezinha, São Francisco e São Cristóvão, localizadas entre os bairros 31 de Março, Vale do Sol, Palmeiras São José, Jardim Petrópolis e Chácaras Reunidas. Na Sexta-feira Santa, também com a igreja vazia, o pedido é para que os católicos da região se reúnam em suas casas, com suas famílias, tendo uma cruz com tecido vermelho para orar. No Domingo de Páscoa o padre sai de novo de carro pelo bairro. Ele pede para que os moradores coloquem um tecido branco em frente ao portão ou sacada, em gesto que relembra a ressurreição de Cristo. Padre Everaldo durante o Domingo de Ramos, na região sul de São José dos Campos Igreja Nossa Senhora de Lourdes Inspiração Germano explica ainda que a inspiração para criar a programação da Semana Santa está no Papa Francisco e em todas as atitudes que ele vem tomando neste momento. “Jamais imaginei viver algo assim. É muito difícil. Mas, como diz nosso Papa, a igreja é a saída. Então os padres estão indo até o povo. E está sendo emocionante. Vamos levar Jesus eucarístico pelas ruas. Assim será a nossa Páscoa. Abençoando os fiéis com cada fiel em sua casa e se cuidando. Precisamos nos cuidar. Precisamos ficar em casa. E precisamos de muita oração”, afirmou. Nas redes sociais é possível acompanhar as missas e os momentos de celebração ao vivo. A homenagem na missa de lava-pés na igreja Nossa Senhora de Lourdes Reprodução/ Facebook No Domingo de Ramos, fiéis receberam a bênção de dentro de suas casas na região sul Igreja Nossa Senhora de Lourdes Initial plugin text
Fri, 10 Apr 2020 02:09:40 -0000
Escolas de Teresópolis, RJ, recebem 1ª leva de cestas básicas que serão destinadas a alunos da rede pública durante a pandemia

Pais e responsáveis devem aguardar o contato dos diretores para evitar a aglomeração nas escolas. Segundo a Prefeitura, todos os 22 mil alunos vão receber cesta básica enquanto as aulas estiverem suspensas Prefeitura de Teresópolis/Divulgação Nessa quinta-feira (9), 25 unidades escolares da rede municipal de ensino de Teresópolis, na Região Serrana do Rio, receberam cestas básicas de alimentos para distribuir a alunos que estão em casa por conta do isolamento social durante a pandemia da Covid-19. Durante a primeira leva, serão entregues quase 4 mil cestas, que abrangem nove unidades na cidade, 12 no segundo distrito e quatro no terceiro. Para evitar aglomerações, a Secretaria de Educação orientou que os pais e responsáveis devem aguardar o contato dos diretores que estão organizando os horários de distribuição, para evitar a aglomeração nas escolas. A cada dia será divulgada uma lista da entrega do dia seguinte. A ideia das cestas básicas é garantir a nutrição dos quase 22 mil alunos enquanto as aulas estão suspensas, já que muitos não têm condições financeiras para este fim. “Já vencemos as etapas de aquisição, determinadas na liminar, e na semana que vem nossas escolas receberão as cestas e estabelecerão a logística para a distribuição. Todos os nossos quase 22 mil alunos receberão a cesta”, comentou, em nota, o Prefeito Vinícius Claussen. Segundo a Prefeitura, uma lista de alimentos foi fornecida à empresa responsável pela alimentação nas escolas e o valor devidamente convertido pelo órgão. Caso haja prorrogação da suspensão das aulas o valor correspondente à merenda do período seguinte também será convertido. Teresópolis foi o primeiro município a conseguir uma liminar na Justiça Federal para permitir que os recursos das merendas fossem utilizados para a compra de mantimentos para os alunos durante o período de isolamento social. A autorização foi concedida pela Justiça Federal no dia 24 de março, pelo juiz Caio Gutteres Taranto. “É necessário e igualmente razoável, no contexto de adequação às políticas de gestão do estado de necessidade por força do COVID-19, que a verba federal seja utilizada para, caso necessário, transmutar pratos de merenda escolar em cestas básicas mensais destinadas às crianças e adolescentes da rede municipal”, destacou o juiz. As cestas básicas foram desenvolvidas pelas secretarias de Educação e Desenvolvimento Social, que fizeram um levantamento dos alunos que se enquadravam no grupo de famílias em vulnerabilidade social, respeitando faixa etária, necessidades nutricionais e intolerâncias. Lista de escolas com entrega: 1º Distrito Escola Municipal Manoel José Fernandes (Jardim Meudom) Escola Municipal Dorvalino de Oliveira (Coréia) Escola Municipal Acliméia de Oliveira (São Pedro) Escola Municipal Perna Longa (São Pedro) Escola Municipal Alice Saldanha (Morro do Tiro) CEHPT (Bairro de Fátima) Escola Municipal Marilia O Porto (Santa Cecília) Escola Municipal Sylvio Amaral (Granja Guarani) Escola Municipal Maria Tereza Pries (Bom Retiro) 2º Distrito Escola Municipal Heleno de Barros Nunes (Fischer) Escola Municipal Fazenda Alpina (Fazenda Alpina) Escola Municipal Pedro Torres (Santa Rita) Escola Municipal Nadir Veiga (Três Córregos) Escola Municipal Estolino Peixoto (Pessegueiros) Escola Municipal Amelia dos Santos (Campo Limpo) Escola Municipal Maria Mendes (Cruzeiro) Escola Municipal Cônego José (Andradas) Escola Municipal Albino Texeira (Providência) Escola Municipal Alice Suassuna (Brejal) Escola Municipal Serra do Capim (Serra do Capim) Escola Municipal Rui Barbosa (Gamboa) 3º Distrito Escola Municipal Stella Morães (Vargem Grande) Escola Municipal Thiago Pacheco (Venda Nova) Escola Municipal Manoel Narciso (Vale Alpino) Escola Municipal Laura da Conceição (Vale Alpino)
Fri, 10 Apr 2020 02:07:39 -0000
Coronavírus no Paraná: veja as principais notícias sobre a pandemia
Acompanhe em tempo real a atualização das informações Coronavírus no Paraná: veja as principais notícias sobre a pandemia Acompanhe em tempo real a atualização das informações Confira perguntas e respostas sobre o assunto. Veja a playlist com os vídeos exibidos nos telejornais da RPC. ONGs do Paraná precisam da sua ajuda; Instituto GRPCOM tem plataforma especial
Fri, 10 Apr 2020 01:55:42 -0000
Veja as principais notícias sobre o coronavírus no Vale e região bragantina

Primeiros casos da doença na região foram registrados em 18 de março. Veja as principais notícias sobre o coronavírus no Vale e região bragantina Primeiros casos da doença na região foram registrados em 18 de março.
Fri, 10 Apr 2020 01:51:44 -0000
Policiais resgatam idosa de incêndio causado por vela em Nova Russas, no interior do Ceará
Um mulher e duas crianças, de 2 anos e 10 anos, saíram do local sem ferimento, mas a idosa ficou presa em um quarto Uma idosa de 74 anos, que não teve a identidade revelada, foi resgatada por policiais militares durante um incêndio em uma casa no Bairro Tamarindo, em Nova Russas, interior do Ceará. O caso aconteceu na manhã desta quinta-feira (9). O fogo foi causado por uma vela que caiu em cima de uma cama. Uma mulher e duas crianças, de 2 anos e 10 anos conseguiram sair do local sem ferimentos. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), uma composição passava pelo local quando viu uma aglomeração de pessoas em frente a uma casa em chamas. Os populares informaram que havia uma idosa presa na residência. Durante a ocorrência, o sargento Joel Freitas e os soldados Habraão Kristhian e Olavo Rodrigues entraram em uma casa vizinha e usaram baldes de água para conter as chamas. Após controlar o incêndio, os policiais invadiram o imóvel e iniciaram as buscas. Segundo a SSPDS, o sargento Joel informou que a idosa foi encontrada em um quarto escuro cheio de fumaça. Ela estava debruçada em um móvel. Depois de ser retirada do local, a idosa foi encaminhada a uma unidade de saúde, onde ficou em observação por ter inalado fumaça.
Fri, 10 Apr 2020 01:50:55 -0000
Coronavírus: MP pede que Justiça suspenda decreto que autorizou abertura do comércio em Cascavel
Na segunda (7), estabelecimentos com até nove funcionários voltaram a funcionar no município. Ministério Público recomenda fechamento total do comércio não essencial em Cascavel O Ministério Público do Paraná (MP-PR) entrou com um pedido liminar na Justiça pedindo a suspensão do decreto que autorizou a abertura de parte do comércio em Cascavel, no oeste do Paraná. Para evitar a contaminação pelo novo coronavírus, a promotoria pede que apenas serviços essenciais sejam mantidos. O órgão defende somente a abertura dos serviços essenciais. Paraná chega a 621 casos de coronavírus e 24 mortes O decreto da prefeitura permitiu o funcionamento de estabelecimentos com até nove funcionários desde a terça-feira (7). Outra solicitação do MP-PR é que novos decretos com medidas específicas para cada setor da economia sejam criados, com normas de horário de funcionamento e uso obrigatório de máscaras. Além disso, o MP pediu que a Justiça mande a prefeitura criar novas regras para os serviços essenciais, como os mercados. Nesse decreto, o município deverá, conforme a promotoria, definir horários e dias alternados para o funcionamento. De acordo com o MP-PR, o uso de máscaras para funcionários e clientes deve ser obrigatório, e os estabelecimentos precisam garantir o distanciamento entre as pessoas. A promotoria solicita ainda que o poder público informe como vai fiscalizar o cumprimento dessas medidas. A prefeitura tem 72h, contadas a partir de segunda-feira (13), para dar uma resposta à Justiça. O município informou à reportagem que não foi notificado dos pedidos e que não vai se manifestar nesse momento. Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.
Fri, 10 Apr 2020 01:45:33 -0000
VÍDEOS: Profissionais de saúde alertam para sintomas de Covid-19 em idosos; veja destaques do JAM 2

Confira destaques da edição do JAM 2 desta quinta-feira (9). Confira destaques da edição do JAM 2 desta quinta-feira (9).
Fri, 10 Apr 2020 01:45:09 -0000
Coronavírus: aeronave da FAB faz entrega de 4 mil litros de álcool em gel e 6 respiradores para o AP

Produtos chegaram nesta quinta-feira (9), no aeroporto de Macapá. Álcool em gel sendo descarregado do avião da FAB, em Macapá Ronaldo Brito/Rede Amazônica Aterrissou nesta quinta-feira (9), no aeroporto de Macapá, um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que trouxe para o Amapá 6 respiradores e 20 mil frascos de álcool em gel, de 180 mililitros cada, para uso dos pacientes mais graves e também por profissionais da linha de frente no combate ao coronavírus, respectivamente; ambos são frutos de doações de empresários. AO VIVO: Veja as últimas notícias sobre coronavírus no estado REGRAS: Decreto suspende serviços por mais 15 dias MAPA DO CORONAVÍRUS: Confira as cidades infectadas pelo país O álcool em gel foi fabricado por uma empresa do ramo de bebidas e integra ação da operação Acolhida, dos ministérios da Saúde e Defesa. Os respiradores mecânicos, para uso em pacientes graves no Centro de Atendimento Intensivo Covid-19, foram doados por um grupo hospitalar privado, intermediada pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre. A remessa foi recebida na pista de pouso pelo governador Waldez Góes e o prefeito Clécio Luís. Governador Waldez Goés e prefeito Clécio Luís receberam a remessa do chefe de gabinete de Davi Alcolumbre, Jardel Nunes Ronaldo Brito/Rede Amazônica Segundo o governador, a remessa de álcool em gel será dividida em duas partes, 10 mil frascos para unidades hospitalares da rede estadual; e as outras 10 mil para a rede municipal de Macapá. "Para ver o quanto é importante a mobilização de todos. A bancada federal, sob a liderança do presidente Davi, está unida com a articulação que eu e o prefeito Clécio e os demais prefeitos estamos fazendo", frisou. Aeronave da FAB, que transportou o carregamento para o aeroporto de Macapá Ronaldo Brito/Rede Amazônica O prefeito Clécio Luís relembrou da dificuldade mundial que os países enfrentam durante a pandemia para adquirirem respiradores e outros equipamentos de proteção individual (EPI) para a luta contra o novo coronavírus. "É extraordinária a doação dos respiradores, que são equipamentos caros. Não têm para vender. Estamos enfrentando um desabastecimento mundial de respiradores mecânicos e hoje estamos recebendo os seis respiradores que vão para a rede estadual de saúde e vão salvar vidas", detalhou. Frascos de álcool em gel sendo carregado em picapes para serem distribuídos no Amapá Ronaldo Brito/Rede Amazônica O chefe de gabinete do senador Davi Alcolumbre, Jardel Nunes, representou o parlamentar na entrega dos produtos e contou que o momento é de união de forças, humildade e solidariedade com o próximo, principalmente com os profissionais de saúde, que são linha de frente na "guerra". "Estamos aqui nesse processo de solidariedade e humildade e estamos numa guerra. Essa guerra não é dos generais, é dos cientistas, então nós precisamos estar solidários com todos eles. Esse é um gesto em benefício dos municípios", completou. Initial plugin text Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá.
Fri, 10 Apr 2020 01:34:16 -0000
Empresário Mário Pinguilim morre aos 62 anos vítima do coronavírus em Barra Mansa

Ele estava internado desde a quinta-feira passada no Hospital Santa Maria, quando chegou reclamando de falta de ar. Informação foi confirmada pelo prefeito Rodrigo Drable. Mário Pinguilim morreu aos 62 anos vítima de coronavírus Marketing BMFC O empresário Mário Antônio de Carvalho, conhecido como Pinguilim, morreu vítima do novo coronavírus na noite desta quinta-feira (9) em Barra Mansa, no Sul do Rio de Janeiro. Ele tinha 62 anos. A informação foi confirmada pelo prefeito Rodrigo Drable durante uma transmissão ao vivo feita às pressas em seu perfil no Facebook. "Hoje nós tivemos o primeiro falecimento em Barra Mansa de um paciente com coronavírus positivo. Uma pessoa muito querida, uma pessoa admirada por todo mundo na cidade, extremamente ativa", lamentou o prefeito. A causa da morte foi confirmada como Covid-19 pelo Laboratório Central Noel Nutels, no Rio de Janeiro, única unidade estadual capaz de realizar o teste. Mário estava internado desde a quinta-feira passada (2) no Hospital Santa Maria, quando chegou reclamando de falta de ar. No dia seguinte, o quadro respiratório se agravou e ele foi transferido para o Centro de Terapia Intensiva (CTI). O caso era grave, mas ele chegou a apresentar melhora nos últimos dias. No entanto, não resistiu ao tratamento e veio a falecer às 19h desta quinta-feira. Esta foi a primeira morte confirmada como Covid-19 em Barra Mansa. Mário era proprietário da fábrica de linguiças Porcolim e do restaurante Escritório do Chef — ambos estabelecimentos ficam em Barra Mansa. Ele também foi presidente do Barra Mansa Futebol Clube durante a temporada 2019. Mário deixa esposa, quatro filhos e três netos. Barra Mansa tem 19 casos confirmados Segundo o prefeito Rodrigo Drable, Barra Mansa tinha 19 casos confirmados do novo coronavírus até esta quinta-feira. Dentre estes pacientes, sete são médicos. Ainda são aguardados os resultados de outros 30 exames de casos suspeitos de moradores da cidade. Já o governo do estado do Rio de Janeiro reconhece apenas oito casos confirmados na cidade. "A expansão da contaminação comunitária está acontecendo e tá sendo rápida. Todas as medidas que nós adotamos até agora frearam a velocidade da contaminação, mas não vão impedir que as pessoas se contaminem", disse o prefeito.
Fri, 10 Apr 2020 01:33:46 -0000

This page was created in: 0.01 seconds

Copyright 2020 Oscar WiFi

This website or its third-party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer our Cookie Policy More info